A vida seria um erro, se não existisse a música(Nietzsche). A vida é um erro, mas a música atenua este erro(O Caveira)

Isso, abaixo, seria a vida após a morte?

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Não Estou Achando Graça Em Mais Nada, Mas Achei Graça Nisso

Achei interessantíssimo a pergunta de um cidadão. Pergunta a qual muito me identifiquei. O que ele sente tem muito a ver comigo.

"

     Não estou achando graça em mais nada na vida. Isso tem cura?

"Tenho 32 anos e não estou achando graça em mais nada. Não acho graça em aniversários, festas de casamento, Shoopping , odeio balada, não consigo achar graça em qualquer evento que esteja a meu alcance. Gosto de cinema conforme o filme, mas está muito difícil eu gostar de um filme ultimamente. Não tenho condição financeira para bancar uma namorada nos dias de hoje, pois só ganho R$ 1600,00 por mês.
O que eu faço para mudar essa situação?"

As respostas foram muitas. Como sempre, o que não falta é solução...
A primeira resposta é um exemplo disso. É fácil  dar palpite, mesmo que se tenha uma boa intenção, mas na  prática, é diferente...

"Eu conheço muita gente assim. Você está descobrindo que as ilusões do mundo já não te satisfazem. Òtimo. Parta para uma jornada interior. Pesquise e encontre algo com que você se identifique e verá que vai  encontrar graça em alguma coisa. Mas essa coisa será diferente de todas as outras que você abandonou ou se desgostou. Será mais verdadeira e será melhor. Com relação a situação financeira, você pode fazer um plano de carreira, fazer cursos ou enviar curriculos para outros lugares e ir galgando melhores posições. Só não espere que isso ocorra da noite p/ o dia. Tenha fé. Você consegue".

Sublime, a resposta, não?
E muitas respostas apareceram. Não faltando as que sugerem que ele tenha fé em Deus...

E criticaram muito pelo fato dele lamentar que, devido a seu parco salário, não há como ter namorada...

Outra resposta inesquecível ao infeliz, que não acha mais graça na vida:

"Vc ganha $1600 e ainda acha pouco??? 

MEu filho para de *******! Tem tanta gente desempregada e cheia de dividas pra pagar!
Tem tanta gente com fome, sem trabalho, sem ter o que dar para os filhos, e vc ai ganhando pacas...
Tem tanta gente de morre literalmente de fome e sede, e vc ai reclamando que não acha mais graça em baladas em shopping em festas de casamentos nem nada...
VÊ se cresce....

quer algo que o motive! Seja voluntário, vá em algum hospital, creche, azilo pois sempre precisam de ajuda".

Mais que sublime!!!!!!!!! Fiquei até emocionado...
Isso é que é solução! Quanto realismo!! O salário dele é de se ter inveja!!!
E a comentarista, sabiamente, diz para ele crescer... Isso é que é gente cabeça!

Não sei se o tal sujeito , de 32 anos, cresceu. Mas, eu, com 58 anos, continuo uma criança, a não entender nada(Vejam o post, Sou Uma Criança, Não Entendo Nada). Sou um eterno calouro, uma eterna criança, que nunca crescerá, que envelheceu, num mundo cheio de injustiça, de hipocrisia, num mundo em que nada sabemos,mas muitos pensam que sabem!

Ser voluntário em hospital, creche, asilo... tá bom... Detesto tais lugares. O ideal seria que não existissem. Não sinto  prazer em "ajudar" a quem estar a sofrer nos tais lugares. Corro deles...

Talvez eu continue a dissertar sobre o assunto...

2 comentários:

  1. Por algum motivo me identifico com você.

    ResponderExcluir
  2. Grato por sua presença, Léury Hanna. Apareça Mais!

    Abraços

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.