A vida seria um erro, se não existisse a música(Nietzsche). A vida é um erro, mas a música atenua este erro(O Caveira)

Isso, abaixo, seria a vida após a morte?

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Chega de Posts!


Passou da hora, mas , agora, o "Delírios e Surtos de Roderick Verden" não fará mais postagens. Acabou o blog? Não, não, nem o desativarei, mas pra quase todos é como se acabasse, afinal é praxe só comentarem nos posts recentes...

O blog ficará aberto aos comentários. E reitero, como eu gosto de ler comentários em posts antigos, que, infelizmente, são bem raros, responderei a todos com muito prazer, bem mais prazer que eu tenho quando comentam em posts recentes. E esse é um dos motivos de eu não mais postar.
Sou chato? Se isso é ser chato, tenho orgulho de ser assim!

Criei outro blog, afinal, como dizia Schopenhauer, o tédio se torna fonte de sociabilidade, é por isso que seres que tão pouco se amam como os homens, se procuram com ansiedade.

O blog, este, dos delírios, pra quem não sabe, começou com uma finalidade: homenagear a minha amada. Mas, depois de tantas brigas, tive que mudar o nome e a diretriz do blog.
É inadmissível amar uma mulher que tenha em seu rol  amigos/contatos que odeio. Ah, vocês acham que sou ignorante? Sou assim mesmo! E ela, como é? Não é ciumenta? Bem, deixa pra lá...
Acredito que ela não seja ciumenta... eu que sou. Ela é normal e eu sou doente.
Então, vocês e ela, me aceitem do jeito que sou, se não me aceitarem, se afastem!


 É isso aí, meus caros e minhas caras, agradeço a todos que navegam, que navegaram por aqui, e vou agradecer mais ainda se continuarem a comentar nos posts antigos.
E se quiserem me acompanhar/comentar no outro blog, ficarei muito honrado.


Saúde e paz pra todos!

Bastam clicar no meu nome, que vocês chegam no novo blog, que por enquanto ainda está nu(rs).

Meu Castelo de Areia(Neneo)



Sim, estou vendo se perder
Tudo que eu tinha.
Sim, o meu castelo de areia,
A onda levou!
Um dia, eu criei
O meu castelo de ilusões,
Feito de sonhos
E envolvido na esperança.
E veio a chuva,
E veio o vento,
Tudo, tudo carregou!
Sim, eu enfrentei
As tempestades mais terríveis.
Hoje, alguém precisa
Compreender minha desilusão!
Por que, meu Deus,
Será que eu não posso ser feliz?!
Será que sempre
Esse pranto vai cair de mim?!
E o meu olhar, aos poucos,
Vai perdendo o brilho
De tanto chorar.
Um dia, eu criei
O meu castelo de ilusões.
Feito de sonhos
E envolvido na esperança.
E veio a chuva,
E veio o vento,
Tudo, tudo carregou!
Oh! Sim, sim!
Eu enfretei
As tempestades mais terríveis.
Hoje, alguém precisa
Compreender minha desilusão!






25 comentários:

  1. Confesso que me cansei bastante do meu blog, então não tenho moral para dizer para ninguém continuar com o seu. Acho que o blog tem uma finalidade, ou algumas finalidades, quando isso se perde tudo fica sem sentido.

    Acho que o povo idealiza uma Dama de Cinzas como uma personagem bem resolvida, forte, sem medos, muito distante de quem sou. E isso por vezes me cansa.

    Acho que estou dando um tempo para ver se consigo seguir uma linha mais próxima do que me sinto atualmente, ou nem sei o que será de meus blogs, principalmente o Confissões Ácidas.

    Agora você bem que podia deixar o endereço do blog onde vai continuar escrevendo... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. É, Dama, a desilusão muitas vezes permeia entre nós...

    Sorry, mas esqueci o link do blog, q criei agora(rs), mas basta clicar no meu nick, q vc chega lá. Ainda não criei post. O blog ainda está nu. rs

    Obrigado, obrigado mesmo!

    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  3. Senhor Verden, com todo o respeito do mundo, realmente o senhor é chato, ranzinza e cheio de manias, MAS, eu vou com sua cara!!!

    Até pq tb sou uma chata, hoje mesmo me disseram que eu sou um "adoravel chata", o senhor também é uma "adoravel chato" rsrs

    E vamos embora para essa nova aventura bloguistica... como gosto de posts antigos, qualquer dia desses desvendo os misterios dos quartos fechados desse castelo, basta eu ter um pouco de tempo.

    Sem cheiros, inté!

    ResponderExcluir
  4. Pandora, muito obrigado!

    Sem cheiros, inté! rs

    ResponderExcluir
  5. Agora que pensei que você tivesse desistido dessa ideia...
    Mas vou lá pra conhecer sua nova casa.
    De qualquer forma é bom saber que o contato não findará aqui.
    Um beijo,
    K.

    ResponderExcluir
  6. O que falar, dessa pessoinha, vc é uma pessoa única,sem igual! Toda historia tem um fim, mas na vida cada final tem um começo,por isso existem, momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis como você!
    Sucesso no seu novo blog, ja estou seguindo.

    Pravc amigo!
    As mais lindas coisas da vida,não podem ser vistas, nem tocadas, mas sim sentidas pelo coração!!

    grande beijo ♥

    ResponderExcluir
  7. Dificilmente leio posts antigos, até dos meus esqueço!
    Dia desses postei no Facebook aquela música do Antonio Marcos "menina de trancas..." porque eu tava de trancas, sabe muita gente gosta?
    Tenho dois blogs fechados, também nao sou muito fiel à endereços, e adoro trocar o layout, ou seja, nada definido forever.
    Espero o novo blog seja de novas e boas emocoes!

    ResponderExcluir
  8. Ah, e tire do novo, por favor, essa lembrança do "aviso de conteúdo", é um saco!

    ResponderExcluir
  9. Keila,

    Vc foi uma das q mais prestigiou meu blog. Muito obrigado!

    Súh,

    Muito obrigado, muito obrigado mesmo. Estou até sem palavras. Muita gentileza de sua parte.

    Cris,

    De tranças?!rs Eu adoro a música "Menina de Tranças", o primeiro sucesso do Antonio Marcos. Ela é ao mesmo tempo ingênua e romântica. Vc gosta dele? E do Paulo Sérgio, Wanderley Cardoso, Jerry Adriani, Roberto Carlos?rs

    Não vou tirar o aviso, pois costumo focar coisas como morte, sexo, então acho mais seguro assim.

    Keila, Suh e Cris,

    Agradeço muito suas presenças e espero vcs no outro blog.

    Tudo de bom pra vcs!

    ResponderExcluir
  10. Ás vezes é assim mesmo, cansamos de blogs, ou não temos mais paciência de fazer posts, ou ninguém parece se interessar pelo que escrevemos. Já fiz muitos blogs antes do "Rart og Grotesk", e muitos abandonei, parece que perderam a graça ou a finalidade.

    Mas fico feliz que não irá desativar seu blog, porque muitos de seus posts nos faz pensar em coisas interessantes da vida.

    Mas continuarei visitando esse blog, mesmo sem atualizações, e claro, o novo blog tbm!

    ResponderExcluir
  11. Obrigado, Denise. E comente, ok? Responderei.

    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  12. Roderick!
    "não deixe o samba morrer. Não deixe o samba acabar..."

    Não acaba com esse blog, não!!!!!

    :)

    ResponderExcluir
  13. Mas o blog não acabou, Ana. Só não vou mais postar. São 505 posts. Olhe os posts antigos e comente, é uma ordem!rs

    ResponderExcluir
  14. Estou voltando agora e não sei muito bem o que está acontecendo, mas, tudo bem.
    Acho que não vale à pena parar de escrever um blog assim...

    ResponderExcluir
  15. Mas Katia, estou com outro blog. Dê uma passada lá.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  16. Bem, o que dizer?!
    Se cansou para mesmo e pronto. Não tem essa de ser chato, cada um tem sua vida e seus costumes e cabe aos outro respeitar, eu curto posts mais anitigos, é que não estou tendo tempo de fazer iss. Mas não abandonarei esse blog nao e vou conhecer o outro. bjos!

    ResponderExcluir
  17. É, Camila notei q vc sumiu.rs
    Espero q vc goste do outro blog, e apareça, tanto neste como no outro.

    Obrigado.

    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  18. Amigo

    Meu blog parece estar meio louco: algumas coisas aparecem e depois somem.
    Também estive viajando para a casa da minha mãe e nem ligo o computador por lá, pois ela já fica tão sozinha normalmente...
    Desculpa por qq coisa...

    ResponderExcluir
  19. Katia, acabei de ver meu comentário no seu blog. O paranóico aqui q te pede desculpas. Essas coisas em blogs, no mundo cibernético, acontecem, mas como tenho mania de perseguição, aí vc já viu...

    Mais uma vez, peço desculpas e lhe agradeço pela consideração.

    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  20. Funciona assim mesmo. Só o último post costuma ser lido. Navegar pelos blogs é até complicado e eu entendo. Queremos fazer a visita, mas não dá tempo de voltar às postagens mais antigas.
    Seu sentimento é verdadeiro e não apresenta traços de "loucura " (rsssss). É humano e demonstra seus sentimentos.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  21. Mas, Marilene, loucos tb têm sentimentos.rs .
    E o q não falta é gente no mundo q pense q sou louco, tanto no mundo pessoal como no virtual.rs

    A falta de tempo, realmente, nos impede de comentar com mais frequência, ainda mais quando seguimos muitos blogs. Sou muito chorão. rs

    Muito obrigado por aparecer por aqui, Marilene.
    Apareça mais!
    E vou aparecer no seu blog, comentando nos posts antigos.

    Abraços

    ResponderExcluir
  22. Roderick, sai lendo todos os comentários e entendo sua posição perfeitamente. Às vezes, como leitora compulsiva, saio lendo posts antigos de blogs, comento e, depois,volto lá e vi que o autor nem leu! Quando o tempo dá, fico "escaneando" meus posts antigos e fico assim meio chateada, porque tenho textos queridos que quase não foram vistos. Essa sua estratégia é boa! Gostei! Abraço. Araceli

    ResponderExcluir
  23. Oi Araceli.

    Mas pode ler e comentar, q responderei, com muito prazer,

    E , pensando bem, são tantos blogs, o q acaba de nos faltar tempo mesmo.

    Muito obrigado!

    Apareça mais!

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.