A vida seria um erro, se não existisse a música(Nietzsche). A vida é um erro, mas a música atenua este erro(O Caveira)

Isso, abaixo, seria a vida após a morte?

sábado, 20 de julho de 2013

Vela da Vida

Já postei esta música, com letra e vídeo,  e até mesmo com uma letra de minha autoria(rs).

Mas, ao me deparar com este vídeo, foi demais! Diz tudo. Quer dizer, pra mim nem tudo, pois não partilho com a opinião do grande John Lodge. Entretanto, ele escreveu uma música linda, melodia e letra.(O vídeo abaixo da letra, não este acima, que postei por engano)

Vela da Vida(John Lodge)

Alguma coisa vc não pode esconder
que diz que és um solitário
Escondido profundamente dentre de ti apenas
existe algo
dê uma olhada e verá
queimar lentamente mais uma vela da vida

Alguma coisa, do lado de fora
diz apenas que estamos simplesmente
nas mãos do tempo
caindo lentamente...
existe esperança para nós
com o amor que podemos prosseguir
queimando lentamente a vela da vida

Então, ame a todas as pessoas,
fazendo cada uma  seus amigos

Vela da Vida(O Caveira)


Um dia estamos bem, no outro estamos mal. Um dia é de muita chuva, no outro é de muito sol


ainda não chegou a hora da partida, sopre mais uma vela da vida.



Hoje não senti vontade de sair da cama, mas não adianta, pois o dever me chama

enquanto o artista fica rico e tem fama, o proletário, num dia chuvoso, atola os seus pés na lama

Para uns a vida é curta, para outros é comprida,

então sopre mais uma vela da vida



Alguns são educados, outros são grosseiros

Alguns casados, outros solteiros

A corda bamba me deixa com a alma ferida, sem ter como me equilibrar, sem ter vontade de continuar, sopro mais uma vela da vida



Ódio, amor, disposição, preguiça, preconceito de cor, falta de ambição e cobiça

uma pessoa se diverte numa piscina, enquanto outra é morta numa esquina

mais um prédio, mais uma ponte é erguida; mais tédio e continuamos soprando a vela da vida



Se eu estiver moribundo, te digo até logo ou adeus? Com um medo profundo, pois perderei todas as pessoas e os pertences que supus serem meus

Não temos opção, não fique triste querida, só nos resta soprar mais uma vela da vida.

7 comentários:

  1. Hehehehehehe, ei Caveira!
    A sua letra ficou boa pra caramba véio!
    Achei algumas linhas um pouco deprimidas, mas no geral ficou muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Oi André. Bom te ver por aqui.

    Muita gentileza sua dizer que a letra é boa.rs
    Isso eu rabisquei nos anos 90.
    Sou um deprimido crônico. Um caso incurável.rs

    Muito obrigado pelo comentário.

    Apareça sempre!

    ResponderExcluir

  3. Gostei muito da sua letra.
    O velho e bom The Moody Blues...
    Há aproximadamente um ano reencontro o The Moody Blues na abertura do filme "Sombras da Noite" , com Johnny Depp e direção de Tim Burton. A música era "Nights in White Satin".
    E agora aqui.
    As músicas antes - quer nacionais ou não - tinham uma mensagem, coisa quase impossível nos dias de hoje.
    Para mim, também os domingos são os dias mais sombrios e tristes e os que mais demoram a passar.

    Abraços,

    Vauxhall


    ResponderExcluir
  4. Oi Vauxhall. Interessante vc gostar do Moody Blues, pois aqui no Brasil , ele é pouco conhecido e não muito admirado, pelos que o conhece. É meu terceiro grupo predileto.

    Nights in White Satin, composta pelo guitarrista Justin Hayward, é o maior sucesso da banda.

    A letra de Vela da Vida, do John Lodge, é profunda. Sinceramente, até me arrepio(rs), com a letra e a melodia.
    Curioso, é que só vim a conhecer a letra, há poucos anos, na internet, bem depois de eu ter escrito a minha vela da vida(rs).
    Antes de conhecer a letra do Lodge, eu achava que a mensagem era amarga e pessimista, tipo a minha; no entanto, o baixista do Moody Blues escreveu uma letra bem otimista, pra cima!

    Lodge escrevia um tanto de letras bem profundas, de cunho existencial. Nos anos 80, a inspiração já não era mais a mesma- passou a escrever só letras de amor, comuns, embora, ainda bonitas. É dele a autoria de Talking of the Turn, que fez muito sucesso, creio que vc deve conhecer.

    E o chato e melancólico aqui, ao postar Candle of Life, novamente, lembrou da LL, pois eu cheguei a escutar a música, quando estava no auge da paixão, pensando nela. Tudo em vão! Uma grande decepção!

    Muito obrigado, Vauxhall

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Trilhas sonoras de paixões...
      Pois não é que "Nights in White Satin" foi a que marcou e soterrou , em 05/julho/2012 , a minha última tentativa de conseguir chegar ao coração ( sei bem hoje, inexpugnável ) da VTR, quando exatamente no dia 08/07/2012 a "ficha" caiu , ao assistir ao filme ( era minha intenção assistir com ela, mas...).

      Tenho alguns discos do "The Moody Blues" , não todos , muitos do YES, Rick Wakeman, Emerson - Lake - Palmer , Pink Floyd (todos), PMF-Premiata Forneria Marconi, tanto em vinil quanto em CDs , e muitos e muitos que estão, digamos, latentes em minha mente , eu era - e eu ainda sou - muito ligado no então chamado Rock Progressivo , música eletrônica, então ( Kraftwerk , Tangerine Dream , etc ) , e muitos e muitos outros, na verdade em matéria de música sou muito eclético , infelizmente , não tenho tido tempo suficiente para organizar o meu acervo e principalmente ouvir (e reouvir) os meus discos...Espero algum dia conseguir isto,
      antes da última chamada ( Final Call ) (rsrs).

      Abraços

      Vauxahll

      Excluir
  5. Pô, esta turma que vc falou, tudo tenho, nem todos a coleção, mas gosto intensamente!

    A questão de falta de tempo existe mesmo, ainda mais para quem trabalha.

    Olha, falando sério, há uns dezessete anos que não trabalho, mas sempre há algo a fazer. Tenho quase três mil discos entre vinis, cds e mp3, mas certos discos, principalmente os vinis, há uns dez anos que não escuto, ou mais. E quando volto a escutar é um prazer enorme, uma sensação incrível.

    E entendo o que vc disse a respeito da VTR, claro.
    O Desapoitment, do The Church, me fez lembrar dela. No entanto, bem antes de eu me decepcionar com ela, ela falou que já havia se decepcionado comigo.

    Grato pela presença, Vauxhall

    ResponderExcluir
  6. Me fez lembrar da LL, não da VTR.

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.