A vida seria um erro, se não existisse a música(Nietzsche). A vida é um erro, mas a música atenua este erro(O Caveira)

Isso, abaixo, seria a vida após a morte?

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Aviso


Como tenho o costume de explicar muito as coisas e de dar satisfação para as pessoas, me acho no dever de comunicar um fato com os que navegam pelos meus blogs...

Nunca tive o hábito de ser amigo de ex-namoradas, ex-paixões. Até mesmo não gosto de rever minhas ex. Não que eu tenha tomado ódio  ou antipatia das mesmas, mas acho incômodo, triste, ter contato com elas de novo. A minha terceira namorada, que me dispensou por não tolerar meus ciumes, creio, faz muito tempo, não me lembro direito, só a vi duas vezes, depois que tudo terminou. Morávamos em bairros distantes, mas eu, antes até de conhecê-la, sempre frequentei seu bairro, sendo comum passar em sua rua. Depois do término do namoro, eu fazia questão de dar uma longa volta, só para não passar em sua rua. E eu não tinha mágoa dela...
Minha ex-esposa pediu o divórcio no final de 1991. No segundo semestre de 1998, ela me procurou para que reatássemos. Neste ínterim, só a vi três vezes, duas no mercado central, quando ela não me viu e uma vez num super mercado perto do mercado central, aí ela me viu, nos cumprimentamos e conversamos. Pegamos o telefone um do outro, mas não nos comunicamos. Não acho agradável mesmo rever as ex.

Jamais eu poderia imaginar que me apaixonaria virtualmente. Paixão virtual, no meu ponto de vista, é mais forte, mais intensa, é mais dolorida, e o ciume virtual, pra mim, consegue ser bem mais cruel do que o da vida pessoal, do chamado mundo real. E outra coisa muito constrangedora é nos depararmos com uma ex-paixão.

Eu e a LL seguimos uns 7 blogs em comum. Um sentimento esquisito bate em mim quando a encontro nestes blogs, parece um misto de vazio, tristeza, inconformação. Penso coisas como: poxa, poderia ter dado certo, mas não deu...que pena tudo ter terminado e hoje sermos dois estranhos... Dois estranhos que ainda se encontram na blogosfera. Não a odeio e nem tenho antipatia da mesma, quero deixar claro isso.
Bem, gente, então, devido a isso, vou parar de comentar nestes 7 blogs. Continuarei navegando neles, pois gosto deles e de seus proprietários. Apenas não lerei mais os comentários.  Essa decisão , me deixa constrangido também, mas creio que é a melhor solução, não existe outra mais plausível, eu penso.
Portanto, se notarem minha ausência, o motivo já está justificado.

Muito obrigado. Me desculpem.
Abraço a todos.

12 comentários:

  1. Eita paixão que ainda queima no peito....

    ResponderExcluir
  2. Você fez mudanças no título do blog?
    Sei que o ser humano tem uma curiosidade,
    e tenho certeza que você vai ler e ficar pensando.
    De vez em quando uma olhadinha, até perder o costume.
    Sentirei falta dos diálogos, o que posso fazer.
    Quando bater saudades de responder um comentário, sinta-se a vontade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Janice, não entendi direito o que você quis dizer.
    Vou continuar com os blogs; mais uma vez(rs) modifiquei o título deste blog, pq achei melhor assim,mais autêntico isso.

    Eu disse que não comentarei nos blogs que ela participa, mas continuarei com meus blogs e a responder todos que me dão a honra de vir aqui, principalmente vc, entendeu? rs

    ResponderExcluir
  4. Nessa vida temos que buscar o que nos faz bem. Se vc vai se sentir mais confortável assim, é a coisa certa a se fazer.

    ResponderExcluir
  5. Quero dizer que você vai ler os blog's e por não querer responder e que vai sentir saudades.

    ResponderExcluir
  6. Ah! sim. agora tudo esclarecido.
    Desculpa.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Janice, mais uma vez agradeço sua simpática presença.
    Peço desculpas pelo meu jeito.rs

    Moiselle Mad, é isso mesmo!

    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  8. Caro RV

    Bem, o que eu posso registrar?
    Estou passando por algo, digamos, inusitado.
    Estava em um relacionamento com uma garota e pessoalmente não declarávamos o que sentíamos um pelo outro, mas no VIRTUAL era uma imensa paixão, muito forte, muito intensa, abertamente declarada por ambos, diariamente muitas mensagens de ambos, compartilhamento de muitas afinidades, muita coisa, enfim.
    As últimas mensagens que recebi dela (até em resposta a outras tantas minhas) ocorreram no dia 09 de março deste ano, nelas ela dizia que me amava, atè um forte "quero tanto você, tanto, tanto), após isso no dia 10 enviei a ela duas mensagens, no dia 11 uma e no dia 15 uma outra, a ÚLTIMA, tais mensagens até hoje nunca foram respondidas, chegamos a nos encontrar praticamente todos os dias após isso, até o último dia - que foi em 29 de março e até hoje mais nada, nenhum contato pessoal, virtual, nenhuma explicação dela, nada , silêncio sepulcral...
    Contudo ela continua a postar seus vídeos, suas mensagens nas redes sociais E ISTO É O QUE ME DÓI MAIS, SABER DELA nas redes sociais, de suas alegrias, suas amizades com outras pessoas, SIMPLESMENTE COMO SE EU NUNCA TIVESSE EXISTIDO, COMO SE NUNCA TIVÉSSEMOS TIDO UM RELACIONAMENTO TÃO FORTE...E O PIOR AINDA...NÃO SEI O MOTIVO DESTE AFASTAMENTO TÃO REPENTINO E IMEDIATO DELA, SE FOI POR CAUSA DE ALGO ERRADO E TERRÍVEL QUE EU TENHA COMETIDO...SIMPLESMENTE NÃO SEI.
    Imagina a situação, em uma sexta-feira á noite a pessoa registra em mensagem eletrônica que AMA VOCÊ, QUE A QUER TANTO, TANTO e no final de semana seguinte mais nenhum contato virtual até esta data!!!
    Estou sofrendo muito, pois meu sentimento por ela continua o mesmo...
    Como registrou Nietzsche antes uma resposta desaforada, uma carta mal educada do que simplesmente o silêncio total. É como eu li um dia desses: O reverso do AMOR não é o ÓDIO e sim a INDIFERENÇA!
    Deixei, simplesmente, deixei para lá, não enviei mais nenhuma mensagem para ela ( NEM ENVIAREI) , não mais tivemos contato pessoal e EVITO TOTAL E PLENAMENTE ACESSAR LOCAIS NA REDE EM QUE EU VENHA A TER A MÍNIMA POSSIBILIDADE DE VER SUAS ATIVIDADES, SEUS VIDEOS, SEUS COMENTARIOS, SEUS "CURTIR" E COMENTARIOS SOBRE VIDEOS E ASSUNTOS TRATADOS POR OUTROS (NUNCA MEUS, CLARO, POIS ELA NÃO QUER MESMO MAIS NENHUM CONTATO COMIGO), pois isto simplesmente RATIFICA seu posicionamento em relação a mim! TOTAL INDIFERENÇA...
    Peço desculpas a TODOS pelo DESABAFO...
    Parabenizo, na oportunidade, pelo BLOG e seus assuntos, identifico-me muito com ele e seus assuntos (Cinema, Música e tudo o mais).

    Vauxhall

    ResponderExcluir
  9. Caro Vauxhall,

    Muito estranho seu caso. Pessoalmente vcs agiam de um modo, no virtual outro.Estou bem surpreso com isso.

    Claro que entendo a sua dor. Pelo seu relato, ela parece ser mais uma pessoa inconstante, que navega pelo mundo virtual. Inconstante, de duas caras, que brinca com os sentimentos alheios.

    Nada a se desculpar. Gostei muito do seu comentário.
    Apareça sempre!

    Legal vc se identificar com o blog.

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Imagino a sua dor!

    Pena mesmo, é ter que conviver com a sua ausência... Seus comentários são ótimos!!!

    Será que o meu é um dos selecionados?

    Espero que não!

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Muito obrigado, Suzi, vc é muito gentil.

    Ela não participa no seu blog.

    Tudo de bom pra vc!

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.