A vida seria um erro, se não existisse a música(Nietzsche). A vida é um erro, mas a música atenua este erro(O Caveira)

Isso, abaixo, seria a vida após a morte?

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Distância Ingrata





Acredito que os que me dão a honra de frequentar meu humilde blog, não conhecem a música "Distância Ingrata", com a possível exceção do nosso amigo Fábio Lima, que é fã do Paulo Sérgio.
Essa música foi gravada pelo cantor Paulo Sérgio , em 1968, fazendo parte do seu segundo álbum. Fez muito sucesso, na época, e anos depois de sua gravação, ainda tocava no rádio, principalmente na Radio Atalaia, que era disparada a campeã de audiência, aqui, em Belo Horizonte.
Essa rádio era, exclusivamente, musical. Havia um programa, de segunda à sábado, onde os ouvintes solicitavam músicas, das 16 às 19 hs., e "Distância Ingrata" era a música mais solicitada do Paulo Sérgio, mais até ainda que seu maior sucesso, "Última Canção".

Certamente, os frequentadores do blog, não gostarão dela, a acharão brega, cafona, simplória, mas eu gosto da canção, gosto muito do arranjo com muito orgão, acompanhado de guitarra; Paulo Sérgio canta com muita sensibilidade. E a letra, retrata a meu ver, a distância entre duas pessoas que se amam, uma distância ingrata, bem ingrata!

Roberto Carlos gravou, depois da gravação de Paulo Sérgio, uma música que também fala sobre distância, "À Distância".  Essa creio que vocês, frequentadores do blog, devem conhecer. Prefiro a canção do Paulo Sérgio. rs


A distância ingrata
Que está nos separando
É tão longa meu bem
Que eu não estou suportando

A saudade é tão grande
E o amor, meu amor bem maior
Minhas noites são tristes, vazias
e eu vivo tão só

Sou infeliz pois não tenho você
Perto de mim
Sua ausência é triste assim,
triste pra mim

Esta distância me deixa a chorar
E não consigo a saudade afastar, afastar

Eu não sei quanto tempo ainda
Eu vou esperar
Pra fugir da distância ingrata
Que me faz chorar

Quero sorrir ter mais vida no olhar
Quero que seja mais lindo o luar
Eu já nem sei
O que fazer
Com a saudade
Sem ter você

Eu vivo a chorar,
Eu vivo a sofrer
Pois estou longe meu bem
De você, de você.

A distância ingrata
Que está nos separando
É tão longa meu bem
Que eu não estou suportando
Que eu não estou suportando
Que eu não estou suportando(Carlos Roberto)


2 comentários:

  1. Não deveria haver distancia entre as pessoas que se amam...

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo Pandora! E ainda existe a distância geográfica.

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.